Seja seu próprio guia

2ac7f219fec248bb9d2fd953a6c35c98

 

Em vez de “Acredite nos seus sonhos!”, eu diria, “Acredite em você!”.

Porque seus sonhos podem mudar, obstáculos podem vão aparecer e as pessoas vão fazer de tudo para te desmotivar e dificultar seus sonhos. Se estiver apenas olhando para o alto da montanha – onde você sonha chegar -, acabará tropeçando em todas essas pedras no caminho ou entrando numa trilha mais desconhecida ainda.

Imagine-se dentro de uma floresta totalmente desequipado, tendo como único ponto de referência o pico daquela montanha o qual é seu objetivo chegar. Concordamos que esse é o melhor jeito de se perder, né?

De outro modo se você acreditar em si mesmo, é como se você estivesse equipado de uma bússula e um mapa, atento aos empecilhos da viagem e ciente de quantos passos ainda terá que dar até chegar à montanha que tanto o encanta.

Sendo sua própria bússula você será capaz de mudar seu percurso quando necessário e até mesmo o destino final, se for da sua vontade. Tendo um mapa (um plano) lhe será possível rever e revisar suas estratégias e ações.

Acreditar em si mesmo é ter, mesmo diante das tempestades, os pés continuamente firmes no chão e a certeza que de que está no trajeto certo, ou senão de que está no errado e precisa encontrar o certo novamente – e esse nem sempre é o caminho pelo qual você veio, o caminho certo é inconstante, muda conforme a gente muda, muda mesmo que a gente não mude.

Diante disso, cabe a você decidir qual é o seu destino final. Talvez não seja o ápice da montanha, quem sabe nem mesmo seja uma montanha. 🙂

 

Keep your eyes on the stars, and your feets on the ground ☆

Anúncios

Me encontre mais uma vez

f235ca96937c006539793b78faada2ea

 “Tell me it’s not to late”

Nossos encontros não são mais frequentes e isso me causa uma sensação estranha, como se algo estivesse faltando. Eu não quero me sentir assim, como se você fosse o “amor da minha vida”, pois você sabe que eu não acredito nessas coisas e apenas o fato de escrever isso faz eu me sentir tola.

Eles estavam certos, a distância dói, não fisicamente mas inconscientemente ela fica ali cutucando uma parte de nós que derrepente parece mais vazia. Que a gente nem sabia que já tinha sido cheia.

Sei que anda ocupado e isso deveria me fazer sentir melhor, menos tempo para conhecer as garotas que a minha mente cria, mas só me leva a perguntar com quem você passa o seu tempo livre. Queria que fosse comigo.

Não posso deixar de notar que você mudou, embora não consiga dizer se foi mais do que fisicamente. Não sei se isso é bom, talvez outra pessoa seja o motivo da sua mudança, talvez você mesmo. Me vejo curiosa com o que você anda fazendo.

Não sei se é notável mas eu também mudei. Me pergunto se as nossas peças ainda se encaixam e tenho medo de ser a única que ainda queira tentar encaixá-las.

A única certeza é que meu coração ainda bate forte quando você me puxa para um abraço, e me torno instantaneamente mais calada quando você está por perto. Sei que mesmo agora, minha pele arde de desejo para está próxima da sua e chora porque talvez isso nunca aconteça.

Sei que essas palavras se encontram meio bagunçadas mais é exatamente o jeito que fica aqui dentro quando penso em você. “Coisas mudam, pessoas mudam, sentimentos mudam também.” Espero que isso não seja verdade, que você ainda pense em mim, por que eu ainda o faço, todos os dias.

Aqui dentro algumas coisas nunca mudam. 

 

Por que rotular tudo?

1

 

Teve uma época que eu me olhava no espelho e o que eu enxergava não era o que eu queria ver.

Houve dias que eu me trancava no banheiro e chorava baixinho, por vergonha de ser como eu era.

Me encolhia e me calava, na esperança de me tornar invisível.

Gastei muito do meu tempo tentando ser perfeita.

E o que eu ganhei com isso? N A D A.

Pelo contrário só perdi.

Perdi dias,

memórias,

amizades.

Perdi dinheiro,

passeios,

roupas e viagens.

 

Perdi muito, até que cansei. Cansei de ser menos para que os outros fossem mais.

De esconder o que nunca me incomodou até eles começarem à apontar.

Ninguém deveria fazer isso, julgar os outros por um padrão.

Gorda

M a g r a

Rastafári

Gótica

Nerd

C r i s t ã o

Funkeiro

Patricinha / Playboy

F e i o

Ateu

Muçulmano

A n t i s s o c i a l

Preto

Gay

Sapatão

Ou apenas diferente. Características muitas vezes julgadas erroneamente, atiradas como ofensas. Para definir alguém fora do “padrão”, alguém que não se encaixa nos conceitos sociais .

Mas quem é você e quem sou eu para definir padrões estéticos e sociais?

 

Aceitar seus defeitos e falhas, muda sua visão sobre o mundo, os outros e sobre você mesmo.

Por isso, um conselho para quem define os outros baseados em pré conceitos:

Não importa se ele(a) é diferente, o importante é quem ele(a) é. E só.

A vida é muito curta, para escolher amigos por aparência, suposições ou pelo o que os outros vão pensar. Quando você se abre para conhecer pessoas diferentes de você, se abre também para novas conversas, novas ideias, novos jeitos de ver o mundo.

Se permita a enxergar mais do que você pode ver. Converse com aquela pessoa que todo mundo acha “diferente”. Você pode se surpreender, e ainda de quebra ganhar um novo amigo.

Ninguém está no mundo para agradar o padrão estético dos outros. Hoje eu entendo isso. E acredite, é mais feliz quem o faz.

 

tumblr_lp5u3rk7ki1qilji0o1_500

 

Você precisa assistir esse vídeo: “O Paraíso são os outros” – lido com os Sotaques da Língua Portuguesa no Mundo

 

“Os bichos só são feios se não entendermos seus padrões de beleza.”                                                                                                                              – O Paraíso são os outros

“Tem o meu bonito e feio, tem o seu bonito e feio, mas não tem 1 bonito e feio sabe?”     -Jout Jout

 

 

 

 

Salvar

R$82

tumblr_static_tumblr_m721bolyuy1rshi5so1_500_large

 

Oitenta e duas formas de te matar

Te calar, te excluir

Não te perguntam

Se sabes ler, escrever, contar.

Só querem saber a sua cor e o quanto pode pagar

 

País da mistura

Da porta tu não passa!

Penhor da igualdade 

O hino grita.

Mas da porta tu não passa!

 

Escravos cegos e mudos

Pobres condenados

Mais um cai

Mais um morre

Mais um chora

 

Oitenta e dois

Naturalizados auto-declarados

Oitenta e dois

Porcento negados

 

Terra adorada

Dos filhos deste solo, mãe gentil.

Herança dos marginalizados.

Obrigado Izabel!

 

 

Esse ano a eliminação do ENEM já começa no ato de inscrição.

 

Era pra ser fácil?

Escute enquanto lê: “The Scientist – Coldplay”

tumblr_lvxyglnoyn1r59iqpo1_500

Preciso dar uma paradinha, tomar um banho demorado, um café e quem sabe, ler um bom livro. Preciso de cinco minutos, de uma pausa dessa correria incessante do dia a dia. Quem disse que ia ser fácil, né? Ninguém me avisou, que junto com a responsabilidade que se tem quando se é gente grande, vem a dor de cabeça, a dor nas costas e várias outras dores.

Esqueceram de me avisar que, ao contrário do que eu pensava, na medida que você cresce as dúvidas só aumentam. Só que agora os motivos são muito mais importantes e aquela velha e típica pergunta “O que você vai ser quando crescer?”, se transforma assustadoramente em “Que curso você vai fazer?”, “E aí, tá estudando muito?”, “O Enem já tá chegando. Tá preparada?”. E eu aqui com “Astronauta” na ponta da língua.

Então, me dê cinco minutos. Deixa eu aqui, com meu livro na mão, tentando de alguma maneira escapar dessa tempestade de perguntas que paira sobre a minha cabeça. Me deixa por cinco minutos, ser uma garota problemática; sobreviver a um jogo mortal; viver um triângulo amoroso ou competir pelo o amor de um príncipe. Me deixa escapar desse mundo, que até agora não entendi o enredo. Dessa história interativa e imprevisível, que em alguns momentos é interessante, mas em outros quero entregar o cargo de protagonista. Não posso nem descontar minha frustração na autora, que por algum motivo, sou eu mesma.

É, não é fácil ser roteirista, protagonista e telespectadora da sua própria vida.

Mas quem disse que seria?

🙂

Não é difícil morrer nesta vida; Viver é muito mais difícil.

 (Vladimir Maiakovski)

Partículas do infinito ✩

tumblr_nv690399mt1t5z210o1_1280

Nós somos estrelas,

Pequenas partículas de meteoros

Que não foram.

Somos bilhões de estrelas solitárias

Perdidas num vácuo infinito

De ânsias e desejos.

Somos o fim do começo,

Brilhantes e dispersas

Numa escuridão eterna.

Ansiando encontrar outra estrela,

Com quem possamos brilhar.

Anseio iluminar seu céu

Sonho em um dia,

Cair na ponta de seu dedo

E enquanto ouço você me fazer um desejo,

Me torne não mais uma estrela.

E sim… a Sua Estrela.

 

 

Último estágio da dor

Escute enquanto lê: “Fix you – Coldplay”

alone-cry-eye-girl-favim-com-1630783

Guardo tudo pra mim.

Coleciono frases, músicas, micos, amores escondidos, respostas não dadas no momento certo, e um grande “etc”.

Desde que percebi o quão fraca eu sou, o quão frágil eu sou.

Guardo tudo pra mim.

Minha cabeça é uma bagunça, fiz celas para meus sentimentos.

E lá no fundo, dentro de um baú trancado a sete chaves, guardo as minhas piores lembranças, tão bem  guardadas e escondidas que nem eu mesma consigo encontrá-las, e nem sei se quero.

E nem posso imaginar o que aconteceria se eu abrisse esse baú.

Sei de tudo que se passa dentro de mim, sei minhas fraquezas, sei meus medos e quão complicada eu sou.

Vou acumulando tudo aqui dentro, coisas bobas e importantes, até não aguentar mais. Porque eu sei que não vou conseguir segurar essa barreira, que bloqueia meus sentimentos, por muito mais tempo.

Ela racha e se desfaz um pouco mais a cada nova decepção, a cada nova mágoa.

E a única coisa que eu posso fazer é deixar sair um pouco, pelo buraco aberto na barreira, que eu de algum jeito tento tampar.

Deixo sair para o exterior.

Uma lágrima escorre pelo meu rosto e eu não consigo controlar.Por que eu estou chorando?”, ninguém entenderia.

Nem eu entendo.

Só sei que é isso que acontece quando você é incapaz de amar, de mostrar para os outros quem você é, o que você sente e o que você pensa.

Pensar, outra coisa que eu faço demais. Meus pensamentos foram programados para me machucar.

Para tentar me matar, pouco a pouco.

No final… Sou tão bagunçada quanto esse texto, que escoou de mim.

 

Will you miss me when I’m gone?

Salvar

Respeita As Mina!

tumblr_inline_mtedalaljt1qgx5il

 

Sapato alto, cabelo escovado

Batom vermelho

Vestido acinturado.

Sai na rua

Os homens babam

Feito gato no cio

Os olhos saltam.

Só porque está de salto

Com o cabelo escovado

Com batom vermelho e vestido acinturado.

Seus olhos dizem mais

Do que os assobios atirados.

Olhada dos pés a cabeça

Os olhos sempre no alto

Como é bela essa menina.

Menina mulher

Pé firme no chão,

Não liga pra quem

A julga ou não.

Suas roupas não a definem

Muito menos dão permissão

Pra qualquer um que passe

Achar que pode encostar a mão.

Não é “coisa de homem”

É falta de educação

Se fosse a sua filha

Aceitaria que foi só um “esbarrão”?

Não é “mimimi”

Só sei o meu valor

Não aceito injúria como forma de amor.

 

Quando uma mulher diz que está com frio, ela está pedindo um abraço forte, uma proteção, um carinho… é isso que os homens precisam entender.    – Bárbara Bottega

 

Salvar

Recado de uma Introvertida

tumblr_lu09zfczcc1qdfytto1_500

Escute “Bruno Mars – Just The Way You Are” enquanto lê.

Não é que eu esteja com raiva ou triste, é que às vezes eu só preciso de um tempo sozinha. Uma pausa desse caos que é o mundo aqui fora. Fora da onde? Da minha cabeça. Não que ela seja menos bagunçada ou menos barulhenta, mas é uma bagunça organizada, um barulho que me acalma.

Passar o dia conversando com meus amigos é divertido, rir e abraçar as pessoas é muito gostoso. Mas elas não sabem o quanto de energia me toma fazer essas simples coisas, o quão cansada eu fico quando chego em casa. Às vezes leva uma semana até eu conseguir está “carregada” o suficiente para fazer todas essas coisas novamente.

Não é uma doença. Não se assustem. É como um celular, depois de um tempo (de jogos, redes sociais e aplicativos) aparece aquela mensagem “Bateria fraca. Por favor, recarregue”. É a mesma ideia, depois de um tempo de conversas e interação, eu tenho a necessidade de ficar sozinha, calada, apenas comigo mesma.

Tal como uma esponja, que quando tem contato com algum líquido, o suga. Assim sou eu, sensível a energia das pessoas, sem exceção, infelizmente. Por esse motivo se eu estiver perto de uma pessoa triste, eu vou absorver essa tristeza, se a pessoa estiver com raiva, consequentemente eu ficarei com raiva também. E isso piora quando estou em grupos grandes.

Então, não se incomode, se eu não quiser conversar ou sair para algum lugar (principalmente, lugares aglomerados), não é nada sobre você. Só não quero gastar minha energia se não for necessário, talvez eu tenha um compromisso no qual eu vou precisar está carregada ou estou apenas cansada de ficar cansada.

Por isso estou falando sobre isso. Para que você me entenda (ou pelo menos tente), porque talvez você conheça alguém ou tenha um(a) amigo(a) que você chama de tímido, antissocial ou estranho. Ou talvez você seja essa pessoa que assim como eu, deixou-se acreditar que era tímido, antissocial e estranho.

Talvez você sinta que não se “encaixa”. Que está errado, que queria ser outra pessoa. Você não precisa. Porque você é maravilhoso(a).

Você é INCRÍVEL… Só que da sua maneira.

Há um introvertido para cada três extrovertidos. Como consequência disso, o introvertido precisa desenvolver mais habilidades para lidar com isso ao longo da vida, já que sofrerá uma grande pressão para ‘melhorar’, para agir como o resto do mundo. O introvertido é pressionado dia após dia, praticamente desde o momento em que desperta, a reagir e a seguir os moldes do mundo exterior. – Type Talk

Se interessou sobre o assunto? Então dê uma olhada nesses links 😀

Carta para um Ex-Crush…

eziheYfqFu

Hoje quando olhei pra você, algo aconteceu… Na verdade, não aconteceu, e isso foi esquisito. Cadê o coração acelerado? A ânsia de encontrar o seu olhar, e a vergonha de segurar seu olhar por mais de alguns segundos? Cadê todas as emoções que eu costumava sentir, só por ter conhecimento da sua presença perto de mim?

Pergunto isso, porque de repente, não me sinto mais assim. Conheço bem minha inconstância e bipolaridade, típica de uma geminiana, porém achava que por você, finalmente eu sairia da minha caixa de segurança -a qual me protege de um coração partido e arrependimentos futuros- para tentar algo que nunca me atrevi.

Aparentemente, eu estava errada. Você não era esse cara. E não sei se fico feliz, por me livrar de incertezas em relação a você, ou triste, pois poderia ter dado certo. Podemos culpar o orgulho, por ter nos deixado, mudos, diante um do outro. Tantas vezes. Mas talvez não fosse pra dar certo, ou não existiriam tantas perguntas, certo?

Mas não me importo mais. Seus olhares, as meninas que conversam com você ou suas maneiras de chamar minha atenção… Nada disso me interessa mais. Para falar a verdade, parecem coisas bem bobas agora.

Bom, é isso, parece que eu “Descrushei!”

Mas é aquele ditado, né… “Não só de um crush, viverá o Homem.”

Salvar

Permita-se calar de vez em quando

23e368edd4a27b30ffd31c044efbac98

Venho reparando, o tanto de gente estressada nas redes sociais. Discutindo sem muita classe sobre assuntos variados. Isso só acontece porque todo mundo quer estar certo o tempo todo. Eu tenho minha opinião, ela está certa e todo mundo tem que concordar comigo.

O fato é ,que existe 50% de chance de você estar certo e 50% de chance de não estar. E você não precisa iniciar longas discussões inúteis -e cansativas-, tentando provar seu ponto. Claro que você pode dar sua opinião, se você tiver argumentos inteligentes que não envolvam palavras de baixo calão.

Escolha suas batalhas. E ouça o outro lado, se dê o direito de não estar certo às vezes, e dê o direito do outro estar errado também. Você não tem a obrigação -e nem a necessidade- de mudar o pensamento do mundo inteiro.

Porque não vale a pena, não vale a pena tanto desgaste, tanto ódio, que com o anonimato que a internet lhe dá, se torna ainda mais destrutivo. O mundo não se tornou mais sério, as pessoas que se tornaram mais fechadas. Você ouve ou ler algo e interpreta do jeito que lhe convém. Ninguém mais ouve para entender e sim para responder.

Portanto, na próxima vez que você ler ou ouvir uma opinião diferente da sua, algo que lhe dê vontade de responder, pare, analise e julgue se vale a pena entrar na discussão. Se você ver que o remetente não vai se abrir para aceitar sua opinião (ou que vai começar com as ofensas), então nem gaste o seu tempo.

Estou colocando em prática isso, e vocês não sabem o quanto é libertador, não precisar discutir com gente que não sai da defensiva, já vai atacando com argumentos fracos e ofensas. E mesmo que a pessoa se abra pra te ouvir, quando termina, ambos estão esgotados, e permanentes em suas opiniões. Então, qual é o propósito?

O mundo seria muito melhor se todo mundo soubesse que tem o direito de ficar calado, que não estamos numa competição e que não estamos sempre certos.

 

Lição pra vida: Se há algum segredo do sucesso, consiste na habilidade de aprender o ponto de vista do outro e ver as coisas tão bem pelo ângulo dele como pelo seu.

-Henry Ford

 

O medo que nos paraliza

tumblr_m6cfvitfci1rnufmqo1_500

Escute “Medo de amar- Adriana Calcanhoto” enquanto lê.

 

O que eu mais vejo hoje em dia, são pessoas com medo de amar.

Eu sou uma delas, já adianto.

Vejo joguinhos, olhares -que não passam disso- e um monte de corações solitários.

Por que preferimos ficar cada um de um lado, imaginando tudo que podíamos ser, quando podemos de fato descobrir? Por que temos tanto medo de nos aproximar uns dos outros? Onde foi que aprendemos que devemos guardar nossos sentimentos, senão vão rir da gente?

Era tão bom quando éramos crianças, e simplesmente amávamos, sem nenhum segredo, dúvida ou medo. Infelizmente, a gente cresce e podemos ser corajosos pra tudo, mas não para o mais importante… O amor.

Blindamos tanto o nosso coração com medo de nos machucarmos, que acabamos nos machucando do mesmo jeito. Sufocados com os milhões de sentimentos que engolimos com o silêncio.

Que difícil é hoje em dia, ouvir ou falar um “Eu Te Amo”, e não falo só de namorados, mas de amigos, família. Temos medo de ser rejeitados, de admitir como essas pessoas são importantes pra gente, e depois elas partirem. Ouvimos tanto essa história dos outros que agora estamos aqui. Cada um com sua armadura, roubando olhares de vez em quando e não correndo o risco que, algo mais que isso aconteça.

Aliás, temos uma reputação, né? E “não estamos apaixonados, é só uma atração.” “Nem vou me aproximar muito, que é pra não ficar tentado.” “Já vai passar…”  E enquanto não passa, tentamos encontrar algo que preencha esse vazio que fica quando você não satisfaz um desejo. A consequência de uma doença que não pode ser curada com comprimidos ou antibióticos. O Medo. Mas o pior de todos os medos.

O Medo de Amar.

 

Você não pode simplesmente deixar a vida passar enquanto protege um coração partido. É preciso se arriscar e tentar de novo. A vida e curta demais para vivermos sem amor.
– O Resgate Do Tigre.

Salvar

Vou te contar um segredo: Eu gosto daqueles dias que a gente acorda com a mente cheia de expectativas e com uma enorme vontade de que tudo dê certo. Que o relógio desperte na hora, que o ônibus não se atrase e que o motorista te deseje um bom dia. Que o sol não esteja muito quente — e se houver temporal, que não se esqueça o guarda-chuva —. Que a gente tenha a sorte de receber uma promoção no trabalho ou uma oportunidade de emprego melhor. Que o celular toque, e que seja um amigo que se mudou pro Alabama. Que a gente possa compartilhar um momento com um completo desconhecido e se sentir feliz por isso. Que a gente tenha um diálogo longo e produtivo com alguém que a gente gosta de verdade e, no fim, seja surpreendido por um abraço. E que, principalmente, acima de tudo, seja também um dia em que esqueceremos as coisas vazias da vida, que nos roubam e cegam dos pequenos detalhes do dia-a-dia. Porque o magnífico sempre encanta, mas o simples… O simples satisfaz a alma.

Pedro Pinheiro

Dica da Anônima: Ela é reticências…

 

image1010-500x290

Texto Demonstra logo, porra! do blog Ela é reticências...

[…] Sempre ouvi que a expectativa é o primeiro passo pra decepção. E concordei com isso. Concordei tanto que tentava ao máximo não ter mais expectativas em relação as pessoas que eu me relacionava. Desconfiava de tudo e todos, não entrava nas coisas de fato, não acreditava nas declarações, nas boas intenções, nos sentimentos recíprocos, me forçava a não gostar, a não falar, a não querer, a não sonhar com um futuro em comum, achava que a qualquer momento tudo iria desaparecer e que o melhor era ficar na minha e esperar. Comendo pelas beiradas, eu ficava sem o recheio e tentando não me machucar, me impossibilitei de aproveitar coisas maravilhosas ao máximo. Me fechava num mundo tão seguro que não permitia que vissem que eu estava a fim, que eu estava interessada, que eu estava ali. Não. Eu nunca estive mesmo ali. 

Gente nunca me identifiquei tanto com um texto, sério. Acabei de ler esse, e eu juro que eu chorei. Como se ela estivesse falando diretamente comigo.

Já li outros textos da Jessica Delalana, que -não são muitos, mas- são íncriveis! O modo de escrita é leve e sem enrolação. Os textos são sobre relacionamentos e muito amor-próprio (adoooro!). Então, é óbvio que a romântica e desapegada aqui amou! ❤

[…] Não é incrível como merecemos muito além do que pensamos e como o universo se encarrega de mostrar isso pra gente? Quando passa, se agradece. Só te peço: Não leve a mal todas as mensagens ignoradas, eu te desejo o melhor, nunca desejei o contrário. Mas a nossa história terminou aquele dia e não precisava de nenhum tipo de continuação.

Eu só facilitei as coisas pra você. Não teve que se decidir. Jamais fui uma opção porque prefiro ser aquela que escolhe. No momento que você ficou em dúvida, eu só tive uma certeza: Você era o único cara no mundo que, com toda convicção, eu não escolheria pra minha vida… Nunca mais.

(Quando sua dúvida virou minha certeza )

 

Sem falar que a autora é linda! Quer mais o quê, amor? Corre lá pra ler!

 

Screenshot_13

Outros textos lindos do blog:

A arte de ouvir (Uma lição pra vida)

tumblr_lzwt8fu7nj1r6y4qio1_500

Não tenho muita experiência nessa coisa de amor, mas depois de algumas ilusões, um bocado de amores platônicos e uma quantidade considerável de livros lidos. Acho que tenho condição de te dar um ou dois conselhos.

Uma amiga minha, terminou com o namorado um dia desses. Imagina minha surpresa quando me vi numa posição de conselheira amorosa, ali no chão da quadra, no meio do intervalo. Me vi buscando na minha mente tudo que já tinha aprendido e lido sobre amor, tentando encontrar algo que a fizesse se sentir melhor. Comecei mal, claro. Mas depois que organizei as ideias e falei com toda a sinceridade…finalmente conseguia ver resultado, ela estava me ouvindo. 

Talvez por nunca ter namorado, e obviamente nunca ter terminado um namoro. Não conseguia entender realmente o que ela tava sentindo. Me esforcei e tentei me colocar no lugar dela (aliás, o meu último texto foi inspirado nela), sabia que a última coisa que ela precisava era ser julgada por estar chorando na quadra da escola, por um namoro de quase 5 meses. 

Então fiz o que sei fazer de melhor: ouvir. E enquanto ela desabafava, se sentindo mais confortável, tentei faze-lá entender que tudo bem ela se sentir triste, aliás eles tinham uma rotina e nunca é fácil mudar rotinas. Deixei claro que ela ia sofrer mais um pouco, mas no final ela veria que ele foi só mais um cara. E que ao contrário do que todos diziam, ela não precisava se esquecer dele.

Pessoas vão embora, outras chegam, outras ficam. O que todas elas tem em comum é que, sempre irão deixar lembranças, e são as boas que a gente tem que guardar. Ainda iremos perder muita gente nessa vida, afinal, somos jovens. 

Depois quando nos encontramos, ainda no mesmo dia. Ela me perguntou:

-O que você fez comigo?

Eu respondi, meio desinteressada:

-Eu não fiz nada.

-Fez sim. Não sei o que foi, mas está funcionando.

E isso marcou, sabe? Eu só tinha falado coisas que pareciam óbvias para mim -desapegada do jeito que sou-. E de alguma forma funcionou. E percebi que às vezes a gente só precisa de alguém que nos escute, sem julgamentos, ou experiências pessoais. Talvez de tudo que eu tenha falado, apenas 10% tenha sido absorvido, mas funcionou. E eu com toda a minha inexperiência em relacionamentos amorosos, acabei me tornando conselheira e confidente  pessoal. 

Na verdade, me tornei algo que hoje em dia é difícil de encontrar e difícil de ser, no mundo individualista que vivemos, onde as pessoas só escutam o que querem, me tornei espécie rara…

Me tornei AMIGA.

 

Lição pra vida: O ato de ouvir exige humildade de quem ouve. E a humildade está nisso: Saber, não com a cabeça, mas com o coração, que é possível que o outro veja mundos que nós não vemos.

– Rubem Alves –

O começo de algo maior

tumblr_l4tfz8dcze1qc46z5o1_500_large

 

Tivemos momentos incríveis juntos,

Rotina que não me cansava,

Logo eu que me canso de tudo que é previsível,

Talvez seja isso, com você nada nunca era previsível.

Nosso amor… Uma história improvável.

Duas pessoas que nem se falavam,

Provando pra todo mundo que em terra de coração,

Olhares falam mais que palavras.

E logo quando eu pensei que tudo estava bem,

Percebi que tava  bem só para mim.

Tentei te entender, juro que tentei

E tristemente notei…

Nossos corações batiam batidas diferentes,

Não tão sincronizadas como antes

Como não percebi…

Tudo estava bem só para mim?

Sei que você ainda me ama,

Só que de um jeito diferente, um amor protetor

Quase fraternal.

Chorei, chorei e chorei

Pensei em bater na sua porta e implorar

Implorar pra você voltar.

Pensei em ligar ás 4 da manhã

Pra te perguntar, se está com outra…

Se está nos braços de outro alguém

Buscando ela na escola, como fazia comigo.

Pensei em te perguntar

Se já me esqueceu

Porque ás vezes eu consigo

Mas tudo me faz lembrar você,

Meu quarto, meu caderno, aquela música do Projota…

Todo mundo diz que vai passar.

Que eu vou te esquecer, achar outro alguém.

O problema é que eu não quero.

Tudo que eu queria é que você estivesse aqui,

Me ajudando a te esquecer.

Mas não é possível, eu sei.

Tô tentando aprender que amor não se implora.

Então me deixa aqui, trancada no meu quarto

Ouvindo mais um Rap, me lembrando de você

Quem sabe algum dia isso passa.

Ou doa menos.

Só pra te avisar tô te deixando ir…

Porque amo você.

E dizem que quem ama não prende.

Saiba que na próxima vez que a gente se ver,

Talvez eu te ame um pouco menos.

Estarei amando outra pessoa…

Eu mesma.

Doeu. Chorei. Me amei.

Então, obrigada!

 

Lição para a vida: A gente só é feliz quando decide ser feliz. Ninguém nos traz felicidade ou nos faz infeliz. Esse poder está em nossas mãos.

– Aurilene Damaceno –

As vezes não sei mas quem sou

AVISO: Texto um pouco depressivo. Não nos responsabilizamos por sintomas como, introversão, sensação de inutilidade, mau humor, irritação e agressividade.

Brinks, pode ler 😀

tumblr_m4wtdrs1wk1rqn7fi

Quero mudar…

De casa; de bairro; de gosto; o corte de cabelo, a cor da parede do meu quarto.

Preciso mudar, porque não suporto a monotonia, quero outro “crush”, e alguém que me faça pensar que finalmente vai dar certo. Quero novos amigos, novas lembranças, novas músicas preferidas.

Estou cansada, do mesmo vai e vem de todo dia.

Do mesmo ônibus, da mesma correria, das mesmas pessoas com suas caras fechadas.

Quero fazer coisas novas… Há um mundo tão grande aí fora, deve ter alguém que me entenda. Me sinto perdida. Você me entende? Sinto que devia estar fazendo outras coisas, em outros lugares, com outras pessoas.

Não sei o que eu quero, ou qual vai ser o meu próximo passo. Num mundo onde as pessoas parecem mais com robôs, talvez eu quis muito e acabei ficando parada, aqui, sem nada. Fazendo o que me diziam pra fazer.

Preciso me encontrar…

Você deve estar me achando louca… É, talvez você não me entenda. Mas, tudo bem. Na maior parte do tempo, nem eu me entendo.

Você está realmente feliz com quem você é?

“Friendzone” ou Amor não correspondido?

tumblr_nd6vccurDK1t7qefjo1_500

Estava no Youtube um dia desses, quando me deparei com este vídeo: Como sair da friendzone do canal da Maira Medeiros, onde ela fala que não existe “friendzone” e explica o porque dela achar isso. E que na verdade o que nós chamamos de friendzone, não passa de amor não correspondido. 

Se você não faz ideia do que é essa  friendzone de que eu tô falando, aqui o significado ó:

Friendzone é uma expressão em inglês que significa “zona de amizade“, na tradução para a língua portuguesa. Na cultura popular, friendzone é o nome dado para uma relação em que uma pessoa deseja ter um relacionamento romântico com outra, mas esta prefere apenas manter a amizade.

Entendeu? Friendzone significa estar apaixonado por um amigo ou amiga, e não ser correspondido. Parece que o termo ficou famoso por causa de um episódio de F.R.I.E.N.D.S, quando Joey alerta Ross sobre sua relação com Rachel e diz que Ross ficou na ‘FRIEND ZONE’.

Continuando, muito garoto não aceita que a garota que ele “está a fim” não gosta dele, tipo “Como assim ela não gosta de mim? Eu sou incrível”. Claro, o contrário também pode acontecer, e aí é a garota que não aceita que ela  não era o último Toddynho do supermercado. (sorry rsrs)

Eu que já tive muito amores platônicos posso dizer que eu nunca levei um fora — também porque eu nunca me declarei pra ninguém–, mas sei que se acontecesse eu ficaria triste, claro. Mas iria superar logo, porque eu sabia que isso podia acontecer. Na verdade — com o azar que eu tenho –, tinha 99% de certeza que isso poderia acontecer.

 

Apesar de, eu nunca ter levado fora, eu já dei alguns. Geralmente, eu evito me colocar nessa posição (de vilã), e me afasto (fujo) antes que o garoto possa se declarar, mas as vezes é meio inevitável, e eu sou obrigada a colocar o garoto na temível friendzone, não que eu seja mau, é que quando eu me sinto pressionada, eu realmente não sinto vontade. E se eu não tenho vontade, nem adianta me dar flores, presentes, fazer drama (aí que eu digo não mesmo). Nada me faz mudar de ideia.

Pra mim tem que ser espontâneo, me pegar de surpresa mesmo. Não entrego meu coração para qualquer um. E esse negócio de friendzone, não passa de mais um rótulo implantado na cabeça das pessoas.

Se você se declarou pra alguém e ele(a) disse não, não fique com raiva dessa pessoa, tenho certeza que ele(a) não fez por mal ou para te machucar.

SUPERE! Ninguém é obrigado a gostar de você.

E um conselho: Segue em frente. Primeiro, porque nenhum amor deve ser mendigado. Segundo, porque todo amor deve ser recíproco.

p.s.: E não fique fazendo drama depois de receber o não, isso só vai mostrar o quanto você é imaturo (a).

Não quero mais esperar…

amor 8

Hoje eu acordei com vontade de falar para você tudo que eu tenho guardado até agora, todos os planos, sonhos e pensamentos (até os inapropriados) que já tive com você. Acordei, disposta a te olhar nos olhos enquanto despejava todas as perguntas que seguro dentro de mim. Não quero mais esperar.

Desde que você me deu aquele beijo de despedida na bochecha, uma parte de você ficou no meu coração. E desde então não consegui mais te tirar daqui. Vieram outros garotos mais era você… era seus beijos, seus toques, seus abraços, que eu queria. Nunca me senti tão incompleta. Pior, não sei nem explicar porque me sinto assim. O que eu vi em você? Não sei, mas não dizem que quando você gosta de alguém sem motivos, é porque é verdadeiro? Deve ser verdade, porque eu não gosto de você pela sua beleza, já topei com outros garotos bonitos. Será que foi porque você mostrou interesse primeiro? Será que não passa de curiosidade, para saber o que você viu em mim?

Sou confusa, medrosa, tímida… O que você viu em mim? Por que você, que pode ter todas as garotas, logo você, foi gostar de mim? Trazendo esse furacão de dúvidas que agora vive instalado dentro do meu coração. Você não me trata como as outras, eu vejo como você joga com elas, você não veio com a sua conversa de predador para cima de mim (se viesse, confesso que eu não teria chance), pelo contrário você só me observa de longe, não faz seus movimentos.

O que você está esperando?

Espera que eu dê o primeiro passo? Você sabe que eu não teria coragem, mas cheguei a tal ponto, que abandonaria o meu escudo e abriria o meu coração, só para saber se você sente o mesmo que eu, se quer o mesmo que eu. Com a possibilidade de quebrar a cara (e o coração), diria tudo o que eu sinto.

Dizem que a gente escreve o que tem medo de dizer, aqui está tudo o que eu tenho medo de confessar. Sempre tive medo de amar, porque dizem que machuca e eu sempre tive medo de me machucar.

Amanhã, não sei se acordarei com a mesma coragem, tenho quase certeza que não. Por isso deixo aqui tudo o que está no meu coração,pois outra coisa de que tenho medo é de morrer sufocada com todas as palavras que não digo. Todo mundo precisa de uma válvula de escape. Mas o que todo mundo quer mesmo, é um amor correspondido. E isso exige coragem.

P.s.: Desculpa por qualquer erro de pontuação ou gramatical, não revisei o texto, escrevi de coração 🙂

Querido “Cara Certo”…

tumblr_ny3tnyifgf1tg2qk9o2_500

Eu nunca entendi porque nas histórias que eu lia a personagem principal sempre escolhia o “Bad Boy”. Sabe, não importava a história, sempre tinha o cara fofo, cavalheiro e amigo – um verdadeiro príncipe – e o cara  “galinha”, irritante e metido – vamos chamar ele de C.E. (Cara errado) – Dois caras, uma garota e uma escolha.

E qual ela escolhe? Isso mesmo, o C.E. Que no fim se revela um príncipe. E enquanto isso o outro, o Cara Certo, ou ele traí ela ou descobre que ela gosta do C.E. e então termina com ela. Bom, uma coisa é certa o Cara Certo nunca leva a melhor no final.

Eu me perguntava porque ela rejeitava o fácil e descomplicado relacionamento com o cara que toda mãe quer como genro, para se jogar numa frustrante vida de incertezas, insegurança e instabilidade emocional – o que gera muitas sessões de choros e auto-julgamento. Sério, chega a ser cansativo ler o tanto de vezes que a principal e o C.E. brigam, terminam e voltam.

Mas agora eu entendo, o fácil e descomplicado não tem graça. Não tem emoção. Aquele frio na barriga toda vez que ele chega perto. Não tem um mini ataque cardíaco cada vez que ele vem falar com você. O fácil é chato. Monótono. Se apaixonar é totalmente o contrário. É viver numa constante montanha-russa de sentimentos felicidade, tristeza, raiva, ciúmes… E começar tudo isso de novo e de novo.

Agora eu entendo que a personagem só queria sentir tudo isso e que na verdade não existe essa coisa de Cara Certo ou Errado. O seu Cara Errado pode ser o Cara Certo de outra pessoa. Ele pode ser o frio na barriga, o mini ataque cardíaco de outro alguém.

E é por isso que eu não escolhi você…

Salvar